Alma Carioca

Primeiros habitantes das Américas vieram da Europa
Hipótese solutreana

Teriam os primeiros habitantes das Américas vindo da Europa?

A hipótese solutreana propõe que a cultura pré-histórica européia solutreana deu origem à cultura de Clóvis na América do Norte de 11 mil anos atrás. A Cultura Clóvis tem esse nome por causa dos artefatos encontrados perto da cidade de Clóvis (Novo México). O povo de Clóvis é considerado por muitos especialistas o mais antigo habitante do Novo Mundo. Pela teoria solutreana, a cultura de Clóvis na América do Norte é descendentes dos europeus solutreanos que migraram para a América através do Atlântico norte.

A hipótese solutreana foi primeiramente proposta em 1998. Entre seus principais proponentes estão Dennis Stanford, do Smithsonian Institution, e Bruce Bradley, da University of Exeter. Nessa hipótese, pessoas associadas à cultura solutreana migraram da Europa da idade do gelo para a América do Norte, trazendo ferramentas de pedra que formaram a base para a tecnologia do povo de Clóvis. A hipótese baseia-se nas similaridades particulares entre as tecnologias solutreanas e de Clóvis, que não têm representantes no leste da Ásia, Sibéria ou Beríngia, áreas onde acreditava-se houve as primeiras migração para a América.

Características das culturas solutreana e de Clóvis

A cultura solutreana foi dominante de 21 mil a 17 mil anos atrás nas regiões onde hoje estão a França e Espanha. Ela é conhecida por sua distintiva fabricação de ferramentas caracterizada por pontos bifaciais de pressão em lascas. Traços da fabricação de tecnologia solutreana desapareceram totalmente da Europa por volta de 15 mil anos atrás, quando foi substituída por ferramentas de pedra menos complexas da cultura magdaleniana.

As ferramentas de Clóvis são caracterizadas por distintivas pontas de lança de rocha. As pontas de lança solutreanas e de Clóvis compartilham características em comum: as pontas são finas e bifaciais, e compartilham o uso intencional de técnica de lascar batendo por cima.

A tecnologia de Clóvis de fabricação de ferramentas parece surgir nos registros arqueológicos na América do Norte em torno de 13.500 anos atrás, e predecessores na Ásia ou Alasca, se existiram, nunca foram descobertos.

Travessia do Atlântico pelos primeiros habitantes da América

A hipótese solutreana propõe que europeus da idade do gelo poderiam ter cruzado o Atlântico norte ao longo do limite dos blocos de gelo que se estendiam da costa francesa no Atlântico até a América do norte durante o período máximo da última era glacial.

O modelo visualiza o povo solutreano fazendo a travessia em pequenas canoas usando habilidades similares aos modernos inuítes (esquimós), desembarcando em bancos de gelo à noite, tendo água fresca ao derreter o gelo de iceberg, obtendo comida através de peixes e caça de focas, e usando gordura de foca como combustível para aquecimento.

Entre outras evidências para a hipótese está a descoberta entre as ferramentas solutrenanas de agulhas de osso, bem similares àquelas tradicionalmente usadas pelos esquimós atuais. Assim como permitir a manufatura de roupas à prova d’água a partir de pele de animais, essa tecnologia poderia em teoria ter sido usada na construção de caiaques a partir das mesmas peles animais.

Estilos de transição

Os defensores da hipótese que os primeiros habitantes da América vieram da Europa sugerem que ferramentas de pedra encontradas em Cactus Hill, no estado norte-americano de Virgínia, indicam uma transição entre as culturas soluterana e de Clóvis. Estima-se que os artefatos desse sítio arqueológico tenham entre 15 mil e 17 mil anos. Outros sítios arqueológicos nos estados norte-americanos da Flórida e Pensilvânia também podem indicar essa transição.

Evidências genéticas

Análise genética do DNA mitocondrial dá algum suporte à teoria de que os primeiros habitantes da América vieram da Europa. Alguns membros de algumas tribos nativas norte-americanas compartilham ancestrais maternais distantes com alguns indivíduos da Europa moderna via mtDNA halogrupo X. 

Embora o halogrupo X ocorra somente em torno de 3% da população nativa norte-americana, ele é o halogrupo principal em povos nativos no nordeste da América do Norte. Sugere-se que a relativa concentração no nordeste da América do Norte indicaria que uma rota antiga no Atlântico norte para os possuidores desse halogrupo, embora ele também seja encontrado em menores percentagens em outras regiões nas Américas.


Recomendar com o Google +1: Recomendar esse artigo a um amigo Email
História Geral
Origem da humanidade
Pré-história da humanidade - períodos paleolítico, mesolítico e neolítico
Primeiros habitantes das Américas vieram da Europa - Hipótese solutreana
História da Cerveja
Festas Juninas - Origem, no Brasil e Nordeste
Estátua da Liberdade - História
Tradução: © 2010, Hélio Augusto Ferreira Fontes.
Este artigo está licenciado sob a GNU Free Documentation License (www.gnu.org/copyleft/fdl.html). Usa material do artigo da Wikipédia "Solutrean hypothesis" (en.wikipedia.org/wiki/Solutrean_hypothesis).

Página inicial do ALMA CARIOCA
Seções:
Rio de Janeiro
Turismo no Brasil e Viagens Nacionais
Turismo e Viagens Internacionais
Esportes
Olimpíadas Rio 2016 - Jogos Olímpicos e Paraolímpicos
Copa do Mundo Brasil 2014
Vídeos musicais nacionais
Vídeos musicais internacionais
Vídeos clips de músicas clássicas
Clipes musicais de filmes e trilhas sonoras
Melhores Sambas Enredo de Todos os Tempos
Vídeos de Mantras para Relaxamento e Meditação
Vídeos de músicas românticas internacionais e nacionais
Desenhos animados antigos da tv
Seriados antigos da tv
Trailers de filmes
Trailers de filmes clássicos de maiores bilheterias
Restaurantes, receitas e gastronomia
Crônicas
Bossa Nova
Rio Antigo
História Geral
História do Brasil
Geografia, Biomas brasileiros e ecossistemas
Artistas e celebridades

comments powered by Disqus

Política de Privacidade - Fale conosco
© 2001-2015 - Copacabana Internet