Alma Carioca

Origem da humanidade

Quando e onde a humanidade teve início? Todos nós temos um ancestral humano comum, mas onde e quando ele viveu? 

Saber precisamente quando viveu o ancestral dos seres humanos não é uma tarefa fácil. Se regredirmos 50 milhões de anos é claro que o meu ancestral também foi o ancestral de todos os seres humanos, porém aquele ser não era um humano, mas um mamífero ancestral. Por outro lado, se voltarmos apenas 200 anos, meu ancestral com certeza era um ser humano, porém certamente ele não é o ancestral de toda a humanidade, a qual existia bem antes dele. É claro que a origem da humanidade está em um período intermediário entre esses dois exemplos, mas quando? 50 mil anos? 500 mil anos? Ou até 1 milhão de anos? Por definição a origem da humanidade está no período mais antigo no qual todos nós tivemos um ancestral humano comum.

E onde vivia o ancestral da humanidade? Muitos defendem que a origem da humanidade está na África, pois nesse continente há maior diversidade genética. Ainda que seja verdadeiro que o continente africano apresente maior diversidade genética entre humanos, isso não prova que a origem da humanidade ocorreu na África.

A busca pela origem da humanidade segue basicamente dois caminhos investigativos: os genes e os fósseis. Para entender o caminho investigativo genético para a origem da humanidade é preciso alguns esclarecimentos sobre os genes.

Os genes sexuais são importantes para traçar as origens da humanidade. Um homem tem um cromossomo Y, que herda do pai, e um cromossomo X, que herda da mãe. Já a mulher tem dois cromossomos X, os quais herda do pai e da mãe. Devido à sua taxa de mutação, os cromossomos Y são de muita utilidade para estudos de períodos de tempo relativamente recentes.

Já o DNA mitocondrial é transmitido exclusivamente pela mãe. Mitocôndrias são corpúsculos no interior das células que tornam possível que utilizemos oxigênio como energia. As mitocôndrias eram bactérias livres, que fixaram-se dentro das células há bilhões de anos. Desta forma, as mitocôndrias têm material genético próprio, e uma linha independente de reprodução por divisão simples assexuada. O DNA mitocondrial é muito importante para estudos genéticos. Através dele é possível dizer quando viveu nossa ancestral feminina mais antiga possuidora desse DNA mitocondrial. Popularmente essa ancestral é conhecida como Eva. Da mesma forma, poderia-se usar o cromossomo Y para indicar quando viveu nosso ancestral comum mais recente masculino, que poderíamos chamar de Adão, mas tecnicamente isso é bem mais difícil. A grande utilidade do cromossomo Y e do DNA mitocondrial é que eles não são contaminados pela mistura sexual, tornando mais fácil a busca de suas origens.

Então através do genes conseguimos descobrir quando viveram nossos mais antigos ancestrais masculinos e femininos, Eva e Adão? Sinto em dizer que a resposta é negativa. É preciso compreender que o material genético humano é organizado em 23 pares de cromossomos. Ao acharmos quando viveu Adão, estaríamos na verdade apenas encontrando a origem de nosso cromossomo Y. Isso não indica a origem de todo o resto do material genético que produz um humano. De forma similar, ao encontrarmos a origem de nosso DNA mitocondrial mais antigo estaríamos descobrindo exatamente isso: o DNA mitocondrial mais antigo que todos herdamos, e não a primeira mulher humana. Então, é preciso entender que a data desses Adão e Eva são apenas indícios de quando surgiram partes de nosso DNA.

Para ilustrar ainda mais essa complexidade, estima-se atualmente que o Y de Adão tenha 60 mil anos e que o DNA mitocondrial de Eva tenha 140 mil anos. Percebe-se claramente que Adão e Eva não formaram um casal. A explicação para essa diferença é que a variação número de descendentes entre homens é muito maior que entre as mulheres. Um homem pode ter centenas de descendentes e outro apenas 1 ou nenhum. Assim, um homem bem sucedido em deixar descendentes precisaria de menos gerações para se tornar um ancestral universal. Já entre as mulheres essa variação não é tão grande, precisando-se de mais gerações.

Há algum tempo foi descoberto que o nosso DNA mitocondrial mais antigo veio da África. Ou seja. Eva era uma mulher africana. Logo a imprensa, e boa parte da população, passou a acreditar que a primeira mulher, da qual a humanidade se originou, vivia na África. Como explicado anteriormente, o que foi descoberto é apenas que o DNA mitocondrial mais antigo veio da África. O nosso material genético organizado em 23 pares de cromossomos, que nos fazem humanos, pode ter origens diferentes. Basear-se em um único gene é uma simplificação que pode levar ao equívoco.

E o que dizem os fósseis? Pelos fósseis está claro que nossos ancestrais homídeos e hominídeos, viveram na África. Apesar de serem nossos ancestrais, esses primatas não eram humanos. Os fósseis também dizem que a espécie de hominídeos homo erectus originou-se na África e se espalhou para Ásia, Europa e Oceania. Os homo erectus viveram entre 1,8 milhões de anos e 300 mil anos atrás. Porém, é possível que populações de homo erectus tenham vivido em épocas bem mais recentes do que 300 mil anos atrás, convivendo com homo sapiens, nossa espécie. A análise dos fósseis indica que nossa espécie descende dos homo erectus, porém não é capaz de precisar quando e onde isso ocorreu.

Existem duas teorias mais populares em disputa sobre onde e quando ocorreu a origem da humanidade. A teoria “saída da África” defende que a população humana mundial é descendente de uma única migração para fora do continente africano que ocorreu em torno de 100 mil anos atrás.

Já a outra teoria da origem da humanidade é a das “origens separadas”. Nessa teoria, os ancestrais humanos homo erectus na Ásia, África e Europa foram evoluindo, inter-cambiando genes e migrando entre os continentes contribuindo para origem do homo sapiens, nossa espécie.

Também é plausível que boa parte de nosso material genético tenha saído por volta de 100 mil anos da África, e que outra parte veio de populações de homo erectus em outras regiões na Ásia, Europa e Oceania. Desta forma, a explicação poderia ser intermediária entre as duas teorias.

O biólogo evolutivo Alan Templeton fez um trabalho muito interessante analisando várias características genéticas da humanidade para analisar suas origens. A teoria de Templeton é “saída da África, de novo, e de novo”. Pela teoria de Templeton, houve três grandes migrações para fora da África. A primeira foi a do homo erectus por volta de 1,7 milhões de anos. Essa não é a origem da humanidade, pois o que chamamos de homo sapiens ainda não existia. Outras grandes migrações para fora da África teriam ocorrido entre 840 e 420 mil anos atrás, e entre 150 mil e 80 mil anos atrás. Há sinais genéticos indicando também uma grande migração a partir da Ásia de volta para África há 50 mil anos.

Além dessas grandes migrações, outros sinais genéticos indicam que havia intercâmbio genético entre as populações da África, sul da Europa e sul da Ásia. Desta forma, o estudo de Alan Templeton afirmaria a teoria das “origens separadas” da humanidade. Abaixo o diagrama torna mais fácil visualizar onde e quando ocorreram as migrações humanas e trocas genéticas entre populações de vários continentes. Vejam as linhas mais finas mostrando o intercâmbio genético entre as populações de vários continentes e as mais grossas indicando grandes migrações.


Recomendar com o Google +1: Recomendar esse artigo a um amigo Email
História Geral
Origem da humanidade
Pré-história da humanidade - períodos paleolítico, mesolítico e neolítico
Primeiros habitantes das Américas vieram da Europa - Hipótese solutreana
História da Cerveja
Festas Juninas - Origem, no Brasil e Nordeste
Estátua da Liberdade - História

Página inicial do ALMA CARIOCA
Seções:
Rio de Janeiro
Turismo no Brasil e Viagens Nacionais
Turismo e Viagens Internacionais
Esportes
Olimpíadas Rio 2016 - Jogos Olímpicos e Paraolímpicos
Copa do Mundo Brasil 2014
Vídeos musicais nacionais
Vídeos musicais internacionais
Vídeos clips de músicas clássicas
Clipes musicais de filmes e trilhas sonoras
Melhores Sambas Enredo de Todos os Tempos
Vídeos de Mantras para Relaxamento e Meditação
Vídeos de músicas românticas internacionais e nacionais
Desenhos animados antigos da tv
Seriados antigos da tv
Trailers de filmes
Trailers de filmes clássicos de maiores bilheterias
Restaurantes, receitas e gastronomia
Crônicas
Bossa Nova
Rio Antigo
História Geral
História do Brasil
Geografia, Biomas brasileiros e ecossistemas
Artistas e celebridades

comments powered by Disqus

Política de Privacidade - Fale conosco
© 2001-2015 - Copacabana Internet