Alma Carioca

Elizeth Cardoso, A Divina - Biografia e Discografia

Biografia de Elizeth Cardoso, A Divina

Elizeth Cardoso (Rio de Janeiro, 16 de julho, 1920 – 7 de maio, 1990), Foi uma cantora e atriz de grande renome Conhecida como "A Divina".

Elizeth Cardoso nasceu no Rio de Janeiro. Seu pai era um seresteiro que tocava violão e sua mãe era uma cantora amadora. Elizeth Cardoso começou a trabalhar em tenra idade em várias atividades. Elizeth Cardoso foi descoberta pelo Jacó do Bandolim em sua festa de aniversário de 16 anos, para o qual ele foi levado por seu primo Pedro, uma figura popular entre os músicos. 

Jacó levou Elizeth Cardoso para a Rádio Guanabara onde, apesar da oposição inicial do pai, ela apareceu no Programa Suburbano com Vicente Celestino, Araci de Almeida, Moreira da Silva, Noel Rosa e Marília Batista em 18 de agosto, 1936. Uma semana depois que ela foi contratada pela estação para aparecer em um programa semanal. Depois disso, Elizeth Cardoso continuou a realizar em vários shows com várias estações de rádio. Em 1960 ela teve seu próprio programa de rádio.

Devido à sua baixa remuneração, em 1939, começou a se apresentar em clubes, cinemas e outros locais. Elizeth Cardos conheceu um sucesso considerável e sua popularidade aumentou significativamente. Em 1950, graças ao apoio de Ataulfo Alves, gravou Braços vazios (Acir Alves e Edgard G. Alves) e Mensageiro da saudade (Ataulfo Alves e José Batista), mas o álbum não teve sucesso. Sua próxima gravação, também em 1950, teve grande popularidade. O álbum incluía Canção de amor (Chocolate e Elano de Paula), e o samba Complexo (Wilson Batista). O grande êxito de Canção de amor levou, em 1951, a ela aparecer no programa de televisão, primeiro no Rio de Janeiro, na TV Tupi e ajudou a lançar a sua carreira cinematográfica. Elizeth Cardoso apareceu em Coração materno, de Gilda de Abreu, e É Fogo na Roupa de Watson Macedo.

Em 1958, Elizeth Cardoso foi convidada por Vinicius de Moraes para ser o cantora de um álbum de canções escritas por ele próprio e Tom Jobim. Canção do Amor Demais tornou-se o primeiro álbum de música de Bossa Nova, o lançamento do novo gênero.

Elizete continuou a cantar e atuar com grande sucesso até sua morte. Até o final de sua vida, ela tinha lançado mais de 40 álbuns no Brasil, Portugal e outros países. Durante quase sete décadas de vida artística, Elizeth Cardoso interpretou muitas formas de música, mas sua base sempre foi o samba, que se apresentou com grande personalidade, e que lhe rendeu apelidos como: A Noiva do Samba-Canção (Esposa de Samba), Lady do Samba, A Magnífica, e um dos mais relacionadas com o seu nome, A Divina.

Discografia de Elizeth Cardoso

* 1950 Braços vazios/Mensageiro da saudade
* 1950 Complexo/Canção de amor
* 1950 Vem para os braços meus/A mentira acaba
* 1951 Dá-me tuas mãos/O amor é uma canção
* 1951 Se eu pudesse/Quem diria?
* 1951 É sempre assim/Falsos beijos
* 1951 Cantiga de Natal/31 de dezembro
* 1952 As palavras não dizem tudo/Venho de longe
* 1952 Nosso amor, nossa comédia/Maus tratos
* 1952 Eu não posso dizer/Teu ciúme
* 1952 Amor, amor/Caixa postal zero zero
* 1952 Ingratidão/O homem do passado
* 1953 Alguém como tu/Nem resta a saudade
* 1953 Fantasia/Graças a Deus
* 1953 Ai, ai, Janot./Amor que morreu
* 1954 Pra que voltar?/Ao Deus-dará
* 1954 Brigas de amor/Vida vazia
* 1954 Seresteiro/Palhaço
* 1954 Ocultei/Zanguei com meu amor
* 1954 Só você, mais nada/Caminha
* 1955 A moça do retrato/Tormento
* 1955 Subúrbio/Não quero você
* 1955 Águas passantes/Velha praça
* 1955 Amanhã será tarde/Não tenho lar
* 1955 Canções à meia luz
* 1956 Canção da volta/Linda flor
* 1956 Amor oculto/Velhas memórias
* 1956 Na madrugada/O amor é fado
* 1956 Fim de noite
* 1957 Noturno
* 1957 Aconteceu no Uruguai/Tem jeito, sanfona
* 1957 Chove lá fora/Nunca é tarde
* 1957 Música e poesia de Fernando Lobo
* 1957 Um compositor em dois tempos - Jubileu de prata de Herivelto Martins
* 1958 É luxo só/Por acaso
* 1958 Madame Fulano de Tal/Conselho inútil
* 1958 Na cadência do samba/Praça sete
* 1958 Naturalmente
* 1958 Retrato da noite
* 1958 Canção do Amor Demais
* 1959 E daí?/Sozinha
* 1959 Magnífica
* 1960 Cheiro de saudade/Até quando
* 1960 Velhos tempos/Cidade do interior
* 1960 O amor e a rosa/Bebeco e Doca
* 1960 A canção dos seus olhos/Ri
* 1960 Mulata assanhada
* 1960 Vem hoje/Guacira
* 1960 A meiga Elizeth
* 1960 Sax - Voz
* 1961 Palhaçada./Samba triste
* 1961 Nossos momentos/Tentação do inconveniente
* 1961 Balão apagado/Notícia de jornal
* 1961 Deixa andar/Vaga-lumeando
* 1961 Deixa andar/Nosso momentos
* 1961 Sax - Voz - Nº.2
* 1962 Moeda quebrada/Ninguém sabe de nós
* 1962 Canção da manhã feliz/Na cadência do samba
* 1962 Briguei/Seja lá o que Deus quiser
* 1962 A miega Elizeth Nº.2
* 1963 Eu quero amar/Se vale a pena
* 1963 Mulher carioca/Menino travesso
* 1963 Seu José/Não pense em mim
* 1963 Grandes momentos com Elizeth Cardoso
* 1963 A meiga Elizeth Nº.3
* 1963 Elizeth canta seus maiores sucessos
* 1963 Elizeth interpreta Vinícius
* 1963 A meiga Elizeth Nº.4
* 1964 A meiga Elizeth Vol.5
* 1965 Elizeth sobe o morro
* 1965 Quatrocentos anos de samba
* 1966 A bossa eterna de Elizeth e Cyro, Elizeth Cardoso e Cyro Monteiro
* 1966 Muito Elizeth
* 1967 A enluarada Elizeth
* 1968 Ao vivo no Teatro João Caetano - Volume I - Elizeth Cardoso, Zimbo Trio e Jacob do Bandolim
* 1968 Ao vivo no Teatro João Caetano - Volume II - Elizeth Cardoso, Zimbo Trio e Jacob do Bandolim
* 1968 Momento de amor
* 1969 Elizeth e Zimbo Trio na Sucata
* 1970 A bossa eterna de Elizeth e Ciro - Nº 2 - Elizeth Cardoso e Cyro Monteiro
* 1970 Elizeth, a exclusiva
* 1970 É de manhã - Elizeth Cardoso e Zimbo Trio
* 1970 Falou e disse
* 1970 Elizeth no Bola Preta com a Banda do Sodré
* 1971 Elizeth Cardoso e Silvio Caldas
* 1971 Elizeth Cardoso e Silvio Caldas - Vol. II
* 1971 Elizeth Cardoso - Disco de ouro
* 1971 Elizeth Cardoso LATINO
* 1972 Elizeth Cardoso TAL
* 1972 Preciso aprender a ser só
* 1974 Mulata maior
* 1974 Elizeth / Feito em casa
* 1974 Edição histórica - VOL. 3
* 1975 Elizeth Cardoso
* 1975 Bossaudade - A bossa eterna
* 1976 Elizeth Cardoso
* 1977 Elizeth Cardoso
* 1977 Elizeth Cardoso, Jacob do Bandolim, Zimbo Trio e Época de Ouro
* 1978 Live in Japan
* 1978 A cantadeira do amor
* 1979 O inverno do meu tempo
* 1980 Elizeth Cardoso nº 1
* 1980 Elizeth Cardoso nº 2
* 1980 Elizeth Cardoso nº 3
* 1981 Elizethíssima
* 1982 Recital
* 1982 Outra vez Elizeth
* 1983 Elizeth - Uma rosa para Pixinguinha
* 1984 Leva meu samba-Elizeth Cardoso e Ataulfo Júnior
* 1986 Luz e Esplendor
* 1989 Elizeth Cardoso - Jacob do Bandolim - Zimbo Trio e Conj. Época de Ouro
* 1989 Elizeth Cardoso
* 1991 Ary Amoroso
* 1991 Todo sentimento


Tradução: © 2010, Hélio Augusto Ferreira Fontes.
Este artigo está licenciado sob a GNU Free Documentation License (www.gnu.org/copyleft/fdl.html). Usa material do artigo da Wikipédia "Elizete_Cardoso" (en.wikipedia.org/wiki/Elizete_Cardoso).
Vídeo de Elizete Cardoso

Recomendar com o Google +1: Recomendar esse artigo a um amigo Email

Artistas brasileiros:
Vera Fischer
Xuxa Meneghel

Cantores internacionais:
Madonna
Michael Jackson

Música Brasileira:
Bossa Nova
Rio, berço do choro

 

Página inicial do ALMA CARIOCA
Seções:
Rio de Janeiro
Turismo no Brasil e Viagens Nacionais
Turismo e Viagens Internacionais
Esportes
Olimpíadas Rio 2016 - Jogos Olímpicos e Paraolímpicos
Copa do Mundo Brasil 2014
Vídeos musicais nacionais
Vídeos musicais internacionais
Vídeos clips de músicas clássicas
Clipes musicais de filmes e trilhas sonoras
Melhores Sambas Enredo de Todos os Tempos
Vídeos de Mantras para Relaxamento e Meditação
Vídeos de músicas românticas internacionais e nacionais
Desenhos animados antigos da tv
Seriados antigos da tv
Trailers de filmes
Trailers de filmes clássicos de maiores bilheterias
Restaurantes, receitas e gastronomia
Crônicas
Bossa Nova
Rio Antigo
História Geral
História do Brasil
Geografia, Biomas brasileiros e ecossistemas
Artistas e celebridades

comments powered by Disqus

Política de Privacidade - Fale conosco
© 2001-2015 - Copacabana Internet